Posted by : Lilian Kate Mazaki segunda-feira, 23 de abril de 2018

Quando entrei para a equipe do Kono-ai-Setsu ele era apenas um blog de fanfictions, lá pelo final de 2007. O amor por Konoka e Setsuna fez com que eu, uma autora de fanfictions quilométricos sobre esse par, fosse mais do que bem-vinda pela fundadora e única redatora do blog (Na época com um template rosa que é quase inacreditável imaginar para o padrão azul-branco-preto de hoje).

Logo começou a surgir uma ansiedade para que o blog não ficasse preso apenas a um nicho dentro do nicho (dentro de outro nicho!). Acompanhando a onda da época (2008/2009) a Se-chan levou o espaço de um casal para a categoria de blog informativo sobre o nicho de mangás yuri.



Já tivemos outras três redatoras que em muito contribuíram para o site. A Roberta Caroline, também na época escritora do Elfen Lied BR trouxe alguns mangás inesperados e artigos de debate bastante proveitosos. Doggy foi uma parceira muito importante para o período em que o blog começava a explorar criações mais próprias junto com o conteúdo de sempre (quando ganhamos nossas mascotes, Shizuka e Kaori) e também deu à Se-chan o seu apelido eterno de Big Boss. Mais recente teve também a Lume que, apesar de ter estado pouco tempo conosco, fez uma das resenhas que mais gostaria de ver no site, sobre Murcielago.

Aliás esta é a demonstração mais clara da nossa política de acolher qualquer um que queria também escrever sobre lírios e lésbicas.



Tivemos vários momentos de hiato no blog, mas também tivemos um quadrinho sobre Shizuka e Kaori (em parceria com outro projeto que participamos, o NUPO). Fizemos tiras, fanfictions, minisséries originais e já falamos de seriados ocidentais, animes, mangás, filmes e livros. Assim como o mundo dos animes yuri, nós também sempre retornamos de nossos momentos mais silenciosos com novas idéias e novas metas.

O ano de 2017 foi um dos mais ousados e felizes para o blog. Com o começo do Yuricast nos vimos também produzindo para o You Tube. Fizemos alguns vídeos de Netsuzou Trap. Compramos enfim um domínio próprio e começamos a chamar o KaS mais de site do que blog.

Não vou dizer que tudo são flores, porque estaria mentindo. Não é fácil manter um projeto mesmo com tanto amor por um período tão longo. Em alguns hiatos chegamos a pensar que seria o fim do Kono-ai-Setsu. E, apesar de toda a experimentação de 2017, nossa produção de conteúdo em texto para o site decaiu muito e a produção de conteúdo criativo próprio então, foi para o limbo.

Mas chegamos ao aniversário de 11 anos do KaS. E este momento também marca um recomeço para nós. Revimos nossa postura e percebemos como faz falta produzir conteúdo pensado para o site. Textos, surtos, teorias, comentários aleatórios e afins. Coisas divertidas mas também informativas para vocês, leitores que tanto nos apoiaram ao longo dessa jornada.

Então, depois de todo este discurso emotivo, vamos falar do que interessa. Vamos falar de NOVIDADES para os próximos meses do site!

Yuricast/Yuri Café

O carro-chefe de 2017/2018 foi sem dúvida nosso podcast. Um projeto antigo que tomou forma quando a Editora NewPop enfim anunciou a publicação dos primeiros dois mangás yuri em português brasileiro. Neste primeiro ano de programa aprendemos muito e o KaS só ganhou com isso. Apesar do lado negativo de termos tirado um pouco o foco dos textos para o site em favor do áudio, estamos muito felizes com o que temos conseguido com o programa e pretendemos continuar sim, cada vez com mais alegria, o Yuricast.

É pra ser quinzenal, é pra ser quinzenal! (Hahaha)



Vídeos

Em 2017 começamos nossa aventura pelo mundo dos vídeos com análises dos episódios de Netsuzou Trap. Não fomos assim tão felizes com isso quanto gostaríamos, mas isso não significa que não vamos continuar. Estamos ainda tentando encontrar o ponto onde os vídeos seriam acréscimo de conteúdo e não apenas uma repetição ou mesmo simplificação. Aceitamos sugestões neste tópico e esperamos trazer novidades mais concretas em breve.



Yuri Radar

Aquele "toque de yurisse" já se tornou algo difundido na indústria de animação japonesa. Talvez nem tudo deva ser levado a sério neste tipo de fanservice gratuito, mas como poderemos ter certeza sem dar uma olhadinha primeiro? Yuri Radar tem essa ideia: todo começo de temporada dar uma olhada geral no começo de animes com potencial para ships ou casais canônicos inesperados e trazer o relatório de tudo isso para vocês.

A cada nova temporada de animes, alguns posts nas primeiras semanas.



Indicações - "Já leu?"

Falar com propriedade de mangás é algo que prezamos aqui no Kono-ai-Setsu. Esta atitude pode ser tanto boa quanto ruim, afinal aumenta a qualidade dos textos, mas também nos coloca em uma pressão enorme em cada um destes trabalhos, o que acabou minguando com a quantidade de indicações que fizemos nos últimos dois anos.

Por isso uma coluna de indicações mais descompromissadas pareceu para nós necessário para destravar esse ponto. Sem o peso de uma resenha completa, uma indicação é algo mais próximo, do tipo "ei, já leu esse one-shot? Nossa, eu li e achei blablablabla. . ."

Tentaremos algo quinzenal, talvez até semanal, dependendo de como estiver a vida lá fora.



Welcome to the Hell, the Idol Hell

O que um fã de yuri poderia querer além de grupos de garotas fofas, talentosas e com muitos índices de yurisse no ar? Love Live é uma franquia de school idols bastante popular e que trás junto consigo uma quantidade enorme de ships e artistas que se dedicam ao yuri implícito nesta franquia.

Para tal incumbência iremos abrir espaço para PilotChiken, um alter-ego que vive do mundo das school idols e que não tem medo de surtar pelos seus múltiplos ships.



Ship do mês

Ships são o que movem boa parte das conversas, expectativas e alegrias dos fãs de yuri, então nada melhor do que abrir um espaço mensal para eleger algum par bastante querido (ou mesmo trazer algumas surpresas! ) e falar um pouco sobre o mesmo. Aceitamos sugestões desde já para este quadro, apesar de termos algumas ideias já fixadas para as primeiras edições deste quadro.

Mensalmente, na primeira semana do mês.



Notícias, notícias, notícias!

Temos pecado um tanto em relação a postagem de notícias, priorizando nosso canal mais rápido de comunicação, que é o Twitter. Vamos voltar a postar qualquer sinal de fumaça que interesse ao nicho yuri aqui no site também, fiquem descansados. Manter um histórico do que acontece no mundinho é importante, então vamos buscar trazer todo o possível para vocês.



Shoujo-ai Drops

As tiras estão de volta ao KaS! Ser fã de yuri nos coloca em uma série de situações bizarras e engraçadas e é isso que vamos retratar nesse retorno de um dos quadros da época mais criativa do site. Para ficar melhor ainda, vamos trazer as nossas mascotes, Shizuka e Kaori, para serem as estrelas dessas pequenas histórias.

Todas as quintas-feiras, aqui no blog mesmo. Acompanhem!



Micro-contos e Fanfictions

Já tivemos trabalhos literários aqui no site e é hora de retomar esta tradição. Depois de "Clarisse e Alex" ter se tornado um sucesso bem maior do que o esperado, outros contos e minisséries devem dar as caras. Histórias dos mais variados cenários e enredos, tendo como guia central o amor entre mulheres. Fantasia, Steampunk, Space Opera, Urbano. . . Enfim, todo o cenário é jardim para plantar lírios. (Essa foi forte!)

E falando de fanfictions, bom. . . O KaS nasceu como um site de tradução de fanfics e por aqui já tivemos séries longas como Mastered Negima, de minha autoria. Por isso estamos estudando trazer algumas republicações de PilotChiken e mesmo obras novas para o blog. Digam aí o que pensam a respeito.

E. . . Um novo quadrinho original

Pois é, alguns anos depois do "famigerado mangá do KaS", também intitulado "Entre Lírios", estou de volta com uma maluquice dessas.

"Constelação" será uma obra bimestral, tendo seu início de publicação em Julho, sem número definido de capítulos ainda. Uma história de romance leve, com toques de comédia e foco nas particularidades de cada personagem. Espero poder mostrar algumas coisas da produção já no próximo mês, então fiquem de olho.

Em resumo, comentários, surtos e teorias. . .




Estamos só no começo, como sempre. Sempre começando, inventando, arriscando e fazer melhor para trazer coisas boas para vocês. Leitores, amigos ou conhecidos que em muito são nossos iguais pelos gostos. Não faria nenhum sentido para nós estar a 11 anos pesquisando, informando, criando e comentando se não fosse para vocês.

O yuri merece mais atenção e espaço de divulgação. Nosso meio irmão em estranheza e amor, o Boys Love, conseguiu abrir seu próprio espaço dentro das mídias especializadas e sites incríveis como o Blyme foram de grande ajuda para este processo. Nós somos um nicho mais quieto, discreto e talvez misterioso, mas que também pode (e deve!) ganhar mais espaço. Uma das nossas motivações para escrever, gravar, divulgar e debater é também tentar ser um apoio para que sejamos reconhecidos enquanto um público que merece mais mercado, representação e inclusão.

Claro que não vamos esquecer da melhor parte disso tudo: a Diversão. Não é a toa que piadinhas, posts sobre ships, idols lésbicas, quadrinho e podcasts zuados estão nos pontos principais deste ano. Tentar ser sérias demais para escrever sobre as coisas já foi um entrave no passado, não vamos cair nessa armadilha. Queremos nos divertir com vocês, ainda mais do que fizemos até então.

Como uma escritora e quadrinista que entrou nessa para escrever sobre seu ship favorito da época, devo confessar que não imaginaria naquela época que o "blog rosa sobre Negima" se tornaria uma parte tão importante da minha vida, 11 anos depois do começo. Espero poder continuar contribuindo com minha arte e meus pensamentos sobre yuri por mais 11 anos ainda.

Estejam conosco, hoje e amanhã também. Estamos só no começo. Como sempre.




-LKMazaki. Abril/2018




7 Responses so far.

  1. Peach Oil says:

    Parabéns. :)

    Já que o KaS está em clima de mudanças, proponho algumas discussões futuras baseando-me em recentes comentários de vocês.

    1. Vamos falar mais sobre estupro, abuso e assédio nas obras que vocês tanto recomendam e veneram? É de suma importância discutir isso, mas nas postagens, infelizmente, dá a entender que a opinião das autoras é de acobertar que mulheres não abusam de e/ou assediam outras mulheres.

    2. Por mais que seja lindinho ver duas menininhas se dando bem, sendo as melhores amiguinhas, por favor, não insinuem que elas sejam namoradinhas ou coisa do tipo.

    3. Homens, por mais que não sejam o foco de uma obra yuri, se estão na narrativa, é porque têm algum papel nela. Seja para dar suporte, seja para ajudar a personagem principal a se descobrir/entender como lésbica e por aí vai, não é algo aleatório (exceto em obras queerbait, mas isso já fica para a próxima). Vocês têm alguma coisa contra a presença masculina em obras assim? Se sim, por quê?

    4. Análises de obras e jogos do nicho. Se tem algo que me decepciona, como leitora, é ler as análises que vocês fazem. Pouco se fala da obra e mais se fala de material de "ship"; é como se fossem postagens do tipo "enredo e desenvolvimento de história não importam, toma aí o material de ship" -- e cito aqui, em especial, a "análise" do jogo "Kindred Spirits on the Roof" ("cenas de sexo bem dubladas").

    E apenas um lembrete: os termos corretos em yuri são neko (passiva) e tachi (ativa).

    Cordialmente.

  2. Uma iniciativa muito legal, ainda não li as fanfiction do site, mas vou ler^^. Sobre os vídeos, acho legal ter as expectativas da temporada e verse rendeu algo. Yuri radar, acho que vai ser massa.
    NOTA: Amo tirinhas!!!!!!!!!!!!
    Feliz aniversário k&s

  3. Apesar da Se-chan já ter explicado que vakos debater seus questionamentos no Yuri Café, creio que posso fazer alguns apontamentos pessoais sobre este comentário em particular. Falo aqui como co-autora do site mas falo apenas por mim mesma.

    Talvez você não tenha entendido a parte do texto em que contei que o KaS surgiu como um blog sobre um ship. Exigir que deixemos de falar de ships e nos propor outros tipos de discussão ('falar de personagens masculinos, deixar de “acobertar abuso”) é um tanto não compreender o que é este site.

    Falamos aqui de Yuri. E, já q insiste tanto em perguntar, Yuri não é a mesma coisa que história de lesbianismo. É possível que você não tenha nunca estudado a complexidade e singularidade do pensamento Queer japonês e por isso acredite que Yuri NÃO PODE ser sobre um mundo de meninas que se gostam (platonicamente ou não). Estranho visto que foi justamente neste contexto, no movimento chamado CLASSE S, no Período Taisho, que estão as raízes do gênero que posteriormente foi intitulado Yuri.

    Outro ponto é essa insistência em dizer que existe maneira correta de chamar ativa e passiva em yuri. Neko e Tachi são gírias lésbicas japonesas, não gírias yuris. Neste ponto mais uma vez você parece ser ignorante quanto as proximidades e diferenças de ambos os conceitos. Além disso, o nicho Yuri nasceu de dentro do Boys Love, então influência de linguajar é mais do que esperado. O que não me desce é você querer, com toda a sua arrogância, dizer que existe uma REGRA de como se deve chamar duas garotas de um par Yuri.

    Isto é Queer, meu bem, regras aqui não são bem vindas.


    Este site é um espaço leve e divertido. Claro que sei (lembrando aqui que estou falando por mim, Mazaki, e não pelo KaS) que seria ótimo tratar de assuntos mais “pesados” do universo lésbico. Mas, além disso não fazer parte do nosso tema central (que é YURI, não CULTURA LÉSBICA OCIDENTAL) também tem o fato de que eu, pessoalmente, não me vejo como uma pessoa de bagagem acadêmica suficiente para entrar em méritos sociais, psicológicos e humanitários sem que acabe falando besteira.

    Em resumo, pra que sair do tema e ainda falar bobagem? Acho que não ajuda ninguém tentar bancar que sei de um assunto que outras pessoas falariam muito melhor.

    Por isso falamos de Yuri. Yuri é um gênero e linguagem cultural pop Queer japonesa que conhecemos, entendemos e até pesquisamos.


    Um último ponto diz respeito a este seu comentário detestar ler nossas análises superficiais e que só focam em ship. Primeiro, como já disse antes, nós falamos de ship sim pq este é um site sobre yuri. Segundo que, você parece assim tão insatisfeita ao ponto em que eu, no seu lugar, simplesmente não leria mais textos que você considera ruins.

    Pare de colocar sobre nós expectativas que nós nunca pretendemos suprir. Este é um site sobre yuri, não sobre sociologia, cultura lésbica (apesar de em alguns momentos arriscarmos algo leve nisto) ou sobre política.

    Seus comentários não foram cordiais como você tentou emular fracamente. Foram imposições, foram para desvalorizar nosso trabalho, foram para distorcer nosso discurso positivo como algo raso e burro. Não venha colocar este tom de falsa cordialidade para disfarçar palavras que em nada nos acrescentaram. Não somos crianças, sabemos o que fazemos e estamos abertas a críticas de verdade, não estas afirmações que só transpareceram sua falta de compreensão completa do que é este site.

    Estamos aqui a 11 anos. Não teríamos chegado aqui se fôssemos panacas que ignoram abuso e nem sabem que o CORRETO é neko e tachi.

    Obrigada por seus comentários. Fica a sugestão veemente que pesquise mais sobre yuri.

    Cordialmente,

  4. Peach Oil says:

    Basicamente, você só quis jogar na minha cara, de forma bastante incoerente, que já sabe de tudo o que eu disse, mas prefere fechar os olhos e falar do que apenas lhe é conveniente. E moça, assim, nenhum motivo real para ficar pistola, eu só dei sugestões, não fiz imposições, você que quis entender assim...

    E fica a dica: não precisa de pós-doutorado para parar de acobertar abuso. Eu jurava que o KaS fosse mantido por MULHERES; mulher não precisa de estudos pra poder falar de abuso, estupro e mais um monte de coisa, sabia? Aliás, você falou muita coisa mas acabou não falando sobre acobertar abuso de fato. A maioria das obras citadas por vocês tem abuso e vocês parece que fecham os olhos, chega a ser pavoroso ver essa postura partindo de mulheres. Não precisa problematizar, se não é a proposta do blog, é só não romantizar, como é feito até hoje.

    Isso é um baita desserviço social, principalmente ao movimento feminista -- que (ironicamente?) vocês mesmas acabam apoiando ao colocar a hashtag no podcast de vocês. Infelizmente, não é assim que as coisas funcionam.

    Eu nunca participei ativamente dos comentários, tenho meus motivos para tal, mas acompanho o KaS HÁ 11 ANOS e conheço muito bem a proposta do site. No entanto, nesse período, eu não vi uma melhora significativa no modo em como as notícias são trazidas ao público (em termos de desenvolvimento de escrita mesmo, minha crítica anterior), infelizmente.

    Sobre o blog incentivar o "ship": vi toda essa transformação que você mencionou sobre ir de um blog simples e puramente de "shippagens" a um site de "cultura pop" como um todo. Porém, contudo, todavia, por mais que vocês se esforcem para trazer materiais novos, vocês batem na mesma tecla sempre. Isso é ir na contramão da tal dita mudança, não acha?

    Além disso, não tem absolutamente nada, nada, mas nada de errado falar de "ships" e casais favoritos. Eu também tenho os meus (aha, plot twist!). Outra coisa, adicionalmente, é que dá para MELHORAR A QUALIDADE DA ESCRITA, FAZER ANÁLISES MAIS COMPLETAS E AINDA ADICIONAR O "FATOR SHIP".

    Repito: minhas sugestões NÃO são imposições. Apontar abuso, estupro etc. não deixa o blog menos cultura pop (inclusive, a meu ver, enriquece o material). E moça, menos, por favor, ninguém falou de política, apenas de parar de romantizar temas sérios; não é só porque se está em um relacionamento que isso é bonito e está tudo OK.

    O KaS tem muito potencial e quebrar um pouco a tradição não é mal algum. Essa foi minha sugestão como um todo. Mas se para vocês é imposição, uau, que eu posso fazer? Aplaudir? Desculpa, daí não vai rolar mesmo.

  5. Assim como não vai rolar eu mudar o que gosto no que faço por causa da opinião de uma única pessoa.

    Voce fez suas sugestões, eu faço minha escolha de mudar algo ou não. Ninguém agrada todo mundo né.

  6. Se-chan says:

    Olá Peach Oil, vim aqui como fundadora do blog dar a minha opinião sobre leitora de yuris sobre as suas questões:

    1. Eu não me sinto confortável de falar de modo profundo sobre estupro/assédio, principalmente por que eu evito bastante obras que foquem somente nisto, entre outras coisas.

    Mas sobre as obras que mencionou antes, gostaria de enfatizar que eu NUNCA gostei da cena de Kannazuki. Para falar a verdade, na primeira vez que assisti o anime (eu devia ter... 16-17?) eu não percebi o que tão grave havia acontecido naquela cena. Só fui entender bem depois. E no mangá, achei asqueroso. Mas isso é padrão do autor fanservice bizarro.

    Quanto a Strawberry Panic, tem uma pá de cenas de forçação de beijos, incluindo entre as protagonistas. Como não lembro direito, não vou opinar muito.

    Mas quanto a Citrus, eu posso argumentar. Para mim (lembre-se disso), Mei não é uma pessoa abusadora, ela fez algo abusivo. Para mim, o único momento onde ela faz isso é no primeiro beijo, no mesmo dia onde um cara ADULTO forçou um beijo nela e a Yuzu fica insistindo no assunto para pentelhar a menina. Depois disso, o que eu vi foi duas garotas adolescentes (com os hormônios na loucura, como a Harumin disse) que se atraem e tem momentos de pegação (como qualquer pessoa não-assexuada com hormônios na doideira e que tem alguém que está em comum atraído faz). Pode se ver o salto de relacionamento das personagens, é claro.

    2. "Por mais que seja lindinho ver duas menininhas se dando bem, sendo as melhores amiguinhas, por favor, não insinuem que elas sejam namoradinhas ou coisa do tipo." Hmmmmmmmm... isso é opinião. Se pessoas olham um garoto e uma garota se dando bem e shippam (isso aconteceu pacas na minha adolescência pq andava com muitos meninos), por que a gente não pode shippar personagens femininas assim? Me agrada, eu não incomodo ninguém (a não ser quem lê o KaS), então não vejo mal. Shippar é diferente de afirmar que é canon. Para mim, há provas que (por exemplo) NozoEli ou NanoFate é canon, mas não vou falar que Harumin e Matsuri (Citrus) é canon, apesar de gostar muito.

    3. Eu sei, homens podem aparecer em obras yuris. Mas eles quase sempre são a complicação, e não uma ajuda. Se forem que nem o menino shipper que gosta de observar as pessoas em Yagate kimi ni naru, eu adoraria ter homens em todos os yuris. O problema é que eles sempre são os meninos bonzinhos que gostam da protagonista, mas que servem só pra ela perceber que não gosta de homem, como em Girl Friends ou Kannazuki.

    4. Eu não jogo tantos jogos, mas ainda quero fazer uma postagem falando bastante sobre Life is Strange.

    Sobre nossas postagens, resenhas e escritas, eu sinto dizer que sempre nos esforçamos ao máximo para fazê-las, pois o KaS é importante para nós e temos muito carinho por ele. Gostaria de ver mais gente escrevendo sobre yuri e se acha minha escrita limitada ou minha opinião sobre algo vazia, de nada eu posso fazer, pois sempre tento o que posso.

    Sem mais o que dizer, apenas agradeço por seguir o blog a tanto tempo.

  7. E ai!

    Olha só, antes de comentar li todo o histórico, quero falar do KAS, como leitora do blog, como adm de uma pagina de Yuri e por ultimo como amiga de vocês!

    Vamos lá né...
    Então, KAS, eu nem lembro como eu cheguei aqui, amante de Yuri a pouco mais de 2 anos, entrei de cabeça nesse mundo e nunca mais parei, nesse tempo eu conheci praticamente todos adms de scans que traduzem yuri, conheci o público que curte esse nicho, inclusive me enquadro nele, e então conheci o KAS, no começo eu apenas ouvi o Yuricast, olha só, nem faz muito tempo, então eu passei a comentar, e ver que havia conteúdo aqui, bem embasado, havia opinião própria, havia estudo sobre os temas, havia uma fragmentação sobre personagens, e eu só pensava, cara que maravilha, achei uma mina de ouro, e isso só cresceu, tive a oportunidade de conversar sobre os temas do Yuricast ou das postagens diretamente com quem escrevia, e isso me trouxe segurando pra tocar os projetos pessoais adiante, e quem diria, fazer novas amigas, participar do Yuricast e entender que o blog é só uma forma dessas meninas colocarem pra fora todo seu amor e dedicação pelo yuri, pela cultura oriental/pop e afins, só tenho a agradecer por tudo que vocês fazem pelo Yuri e elogiar por serem de verdade!

    Depois de ler todos esses questionamentos acima ( o que é algo aparte ) fico pensando porque a pessoa ainda lê o KAS, se não é algo que agrada, é simples deixar pra lá... ter opinião é ótimo, mas não acho necessário tentar "ensinar o padre como se reza a missa" ... foi o que me ocorreu né... lembrando que aqui não tem fangirl retardada que acha que vulnerabilidade de mulher tem que ser aplaudida ou romantizada.

    Mazaki e Se-chan, vida longa ao KAS, contem comigo sempre e boa sorte!
    Se nem Madoka agradou a todos né, quem dirá nózes! HAHAHA

    Forte abraço da sua amiga de sempre da Vila do Yuri - Panda Taichou

Assine o feed do Yuricast!

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Translate to your language:

Seguidores

Parceiros

Parceiros | Yuri

Kiyoteru Fansub
Gokigenyou
Moonlight Flowers
S2 Yuri
Yuri Licious
Yuri Private
Yuri Zone

Parceiros | Blogs e Sites

Anikenkai
Chuva de Nanquim
Elfen Lied Brasil
Gyabbo!
Jwave
MangaBa
MangaBa
Mithril
Mundo Mazaki
nbm² - Nobumami
Netoin!
Shoujismo
Você Sabia Anime?

Arquivo do Blog

Popular Post

- Copyright © | Kono - Ai - Setsu | - fonte para yuri, shoujo-ai e girls love desde 2007 -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -