Posted by : Se-chan terça-feira, 2 de outubro de 2007

Oii Gente!!
Eu sei que eu falei que eu ia posta antes o "Blessed Child" mas....
Me veio tanta ideia pro 4° dia do "Otome no Kokoro" que naum aguenteii!!
Tah taum lindo!! *.*
Mas essa é só a 1ª versão do fic, pq quando eu passar pro fanfiction.net vou colocar cenas extras em todos os dias, eu acho, principalmente nesse ultimo dia, pq ele tah pekeno e pretendo fazer o dia INTEEEEIIIIRROOOOO mesmo xD
Já mudando de assunto, o fic super popular da Milk, "Sis Mea Pars", tá já no capítulo 8 ( No site: http://www.fanfiction.net/s/3600400/8/Sis_Mea_Pars ) e ela já avisou que no proximo capítulo vai ter Yuriiii!! /o/(No sentido Hentai do termo XD)
Ela fez tanta propaganda minha nesse capítulo que naum pude dexar passar! uahuahuhauhaha
Obrigada Milk pelo apoio! Me fez parecer até importante uahuahuahuahuhauhaua
Como combinamos, eu sou a Lider do "Movimento Kono-Setsu" e você a Vice!! _o/\o_
Espero que gostem do fic, apesar de que tem uma cena que naum me agradou mto... ^^''

Dia 04 – O Anel

“A noite está linda, não é Kono-chan?” Setsuna dizia sorrindo.
“Do que você está falando!? Você não pode ir embora!!” A maga dizia enquanto ficava mais próxima da espadachim.
“Infelizmente eu não consigo mudar meu jeito de ser..” A guarda-costas levantou-se calmamente. “... Eu não consigo não te amar..” Disse olhando para a garota que tremia em sua frente.
“Eu também te amo Set-chan, então não vá embora só por que meu avô diz que para não me amar!” Os olhos da curandeira já começavam a encher de lágrimas, enquanto Setsuna mostrou um pequeno sorriso em seu rosto.
“Não é tão fácil..” A espadachim tinha agora um olhar distante. “.. Não pode apenas ser decidido por nós.. Já que você deve seguir a linhagem dos Konoes.”
“Eu não quero nenhuma linhagem!!” A maga gritou segurando o ombro da sua amada. Konoka chegava cada vez mais perto da guardiã, até que se abraçou no braço da garota.
A espadachim acariciava seus longos cabelos cor de chocolate. “O que você vai fazer? Provavelmente serei morta pelas associações se tentarmos ficar juntas..”
“E eu me matarei se fizerem isso!!” Dizia a maga com um olhar decidido.
Um silêncio se fez por alguns segundos. Alguma tristeza vinha de repente vinha na curandeira. Não queria se afastar de Setsuna, mas seu avô é totalmente contra. O que ela tinha que fazer para resolver tudo?
O momento fora quebrado pelo soar dos sinos. Era meia noite, natal e podia se ouvir as festas começando nas redondezas.
“Kono-chan...” Setsuna pegava algo de seu bolso. “..Happy Chrismas..” A garota mostrava o que tinha em mãos. Era o anel que Tsukuyomi segurava mais cedo. Aquilo significava então.....
“Desculpa demorar tanto para perguntar isso, mas ... Você quer ter um relacionamento sério comigo Konoe Konoka?"
‘Set-chan.....’ Os olhos de Konoka brilhavam para aquela linda espadachim que agora queria ter sua mão como namorada.
“Claro...” Setsuna deu uma risada envergonhada e, logo após, colocou o anel no dedo da maga. “Que amor.. Set-chan..”
“Tudo por você... Eu dou qualquer coisa para ver esse seu olhar lindo e esse seu sorriso caloroso..”
A maga soltara um suspiro, mas fora quebrado pela expressão preocupada da amada. “Está chegando...”
‘Quem? O que? Chegando? Para que?’ Antes que Konoka perguntasse para a espadachim a resposta já vinha a tona. Tsukuyomi vinha em alta velocidade atrás de sua senpai.
“Zan-Gan-Ken!” E as espadas se chocaram. Setsuna empurrou a espadachim através da espada, fazendo-a se bater em uma parede. A Meia-Uzoku atacou e precionou-a contra a parede com força. Aos poucos as espadas se aproximavam do corpo de Tsukuyomi.
“Arg!” Setsuna sentira dor em seu ombro e quando olhou deparou-se com um sangramento.
“Espero que não esteja ocupada, Setsuna, por que irei me juntar a festa.” Mana dizia sarcasticamente do alto de uma casa das proximidades com um rifle nas mãos.
“Você também foi contratada!?” Setsuna revelava um olhar raivoso.
“Claro. Onde tem dinheiro eu vou atrás. Você deveria saber disso.” Logo após a garota aprontou-se e atirou contra a “caça”. Setsuna viu a tempo de desviar, fazendo a bala quase acertar a outra espadachim.
Setsuna correu em direção a atiradora, mas fora impedida de continuar por sua colega de estilo de espada, que cortou suas costas e em seguida tentou novamente, mas Setsuna desviou-se dando alguns passos para o lado.
A Meia-Uzoku agora estava ofegante, mas continuava a fixar seus olhos em sua querida. ‘Obvio que Kono-chan está bem. Elas apenas tem ordens de me matar.’
Vendo os sangramentos de sua guardiã, Konoka correu em direção a luta. “Não venha Kono-chan!” Gritava Setsuna enquanto tentava ter seus olhos nas duas inimigas ao mesmo tempo.
O sangue aumentou. Quando tentava atacar uma, a outra a impedia ferindo-a mais uma vez. A visão começava a ficar embaçada e os reflexos não conseguiam mais impedir que ela sentisse os golpes em sua pele, até que a Meia-Uzoku caiu no chão.
Sua respiração estava profunda, a impressão era que cada vez tinha mais dificuldade de pegar ar. Tsukuyomi levantara a espada para dar o ultimo golpe.
A única coisa que se viu foi a garota de óculos e cabelos compridos voar até uma parede, fazendo um estrondo no choque. Um vulto foi até Mana e a golpeou no rosto, deixando-a inconsciente.
O vulto parou em frente de Konoka e sorriu. Era Eishun, o grã-mestre do oeste, mago e espadachim Shinmei.
“Desculpe Konoka.” O homem dizia enquanto acariciava a cabeça de sua filha.
“Papai! Por que tudo isso?” A garota chorava ao abraçar o mago-espadachim.
“Primeiro é melhor curar Setsuna-kun, ela não parece bem.”
Eishun fez as pressas um circulo mágico próximo a espadachim gravemente ferida. O grã-mestre carregou Setsuna até o circulo e olhou para a garota com um sorriso orgulhoso. Konoka aproximou-se e ajoelhou ao lado de sua amada.
“Set-chan, eu te amo..” A maga beijou a garota caída nos lábios. Logo o local fora tomado por uma luz que cegara os ali presentes.
A ferida agora estava curada e uma carta apareceu entre as duas jovens. A espadachim estava nos braços da garota que tinha o rosto cheio de lágrimas. Um abraço profundo e aliviado fora dado.
“Konoka, temos que ir falar com o seu avô.” Eishun estava sorrindo encarando Setsuna. A garota avermelhou-se, mas sorriu de volta para o mago-espadachim.
“Setsuna-kun, estou orgulhoso de você. Finalmente encarou o meu sogro.” O ex-companheiro de Thousand Master riu ao imaginar o rosto do idoso ao saber que suas subordinadas haviam sido derrotadas.
A ida até o local fora tranqüila, mas a sensação de perigo nunca saiu da cabeça do casal.
A sala do diretor-geral estava logo em frente. Konoka estava tremendo e a espadachim suava frio. O grã-mestre da Associação de Magia de Kansai colocou-se em frente as jovens e abriu a porta com um empurrão.
“O que é isso Eishun? Por que você veio até aqui? Eu disse que iria cuidar de--” O senhor idoso parou ao olhar Setsuna em sua frente a sua neta. “Você deveria estar no mínimo com ferimentos graves! O que houve com Tsukuyomi e Tatsumiya!?” Um suor escoria do rosto do diretor-geral de Mahora.
Enquanto isso Eishun ria de modo debochado. “Eu cuidei delas..” O homem alto foi em direção do idoso. “.. E a minha filha cuidou de Setsuna-kun.. Por que a ama.” O velho senhor ficara sério, porém não ficara com uma expressão de raiva.
“Parece que a história dos Konoe vai terminar, não é?” O idoso soltava um sorriso, mas tinha os olhos tristes fixados em sua neta. “Não mais haverá linhagem pura na nossa família..”
“Por que diz isso? Konoka poderia muito bem ter um filho.”
“Mas Setsuna-kun é uma mulher!”
“Quem disse que a criança seria biologicamente filha de Setsuna-kun?” O diretor-geral voltou seus olhos para o homem que estava agora ao seu lado.
“O que você quer dizer com isso? Mesmo que Konoka tenha um esperma dentro de si conseguido em um hospital, as chances de que o verdadeiro pai ser um mago são mínimas e nossa linhagem não mais será pura.”
Eishun riu por um momento. “Por que não pegamos um esperma de alguém que conhecemos, confiamos, como Negi-sensei, que é o filho do Thousand Máster? Acho que ele tem poder mágico o bastante para que nossa linhagem continue forte. Antes de vir aqui e ajudar Setsuna-kun eu já havia conversado com ele e não houve objeção de parte dele.”
O mago-espadachim olhou para as duas garotas que permaneciam no mesmo local. “O que vocês acham? Aceitam a proposta?”
Um sorriso apareceu na face da maga. A garota saiu correndo em direção ao seu pai e o abraçou com força. “Claro que aceito! Obrigada papai!!”
Konoemon sorriu para Setsuna. “Fico feliz que tudo tenha se resolvido. Desculpe esse velho aqui por ser tão burro.”
A espadachim sorriu tranquilamente. “Eu entendi completamente sua preocupação. É a mesma minha. Ambos queremos o bem de Kono-chan.”
O senhor levantou-se e cumprimentou a namorada de sua neta. “Fico honrado em ter você em nossa família.”
As garotas despediram-se dos chefes das associações mágicas e foram para o dormitório. Era tarde, afinal, já havia passado várias horas desde que os fogos de artifício cessaram.
“Que bom Set-chan... Agora podemos namorar em paz..” A maga dizia ao olhar para o anel em seu dedo.
“Hum!? Namorar?” Setsuna olhou-a estranhamente.
“Sim, namorar. Por que?” A curandeira soltara um sorriso.
“Bem...” A guarda-costas avermelhou-se. “Pelo jeito você não entendeu direito a pergunta que fiz mais cedo.”
Konoka parou com uma expressão preocupada. “Como assim? Você não quer namorar comigo?”
Setsuna sorriu levemente. “Não, eu não quero namorar...” A garota de cabelos negros segurou a cintura da maga com um dos braços e com a mão que restava tirou os cabelos chocolates que ficavam entre seus lábios e o ouvido de Konoka.
Aproximou-se quase encostando os lábios no ouvido da curandeira. “Na verdade eu quero é viver o resto da minha vida ao seu lado..” E um beijo apaixonado fora dado pelo casal de “noivas” durante o amanhecer de um novo dia de final de ano.

-----------------------------------------------------------

A conversa do Eishun com o Konoemon foi corrida d+, vcs naum acham?
Deem a opinião de vcs please!!
Mas a cena no final da Setsuna falando q quer passar a vida inteira com a Konoka fiko mmmmttoooo kawaii *.* *Fã Descontrolada XD*
Que bom que gostaram da cena da luta.
Mazaki.. Eu naum coloco cenas de luta pq eu sou ruim nisso, foi a parte que me empaquei antes xD
*Esperando links pro cap novo do manga de Negima e pro 1° cap do Parallel*
Vo indu gente!!!
Bye bye e ateh amanha ou sexta!! o/

4 Responses so far.

  1. Deborah says:

    Nossa que susto uma hora pensei que Setsuna ia morrer....ainda bem que no fim tudo ocorreu bem ...
    (Velho maldito,desgraçado...mandou matar a Setsuna)
    Seu Fanfic tá magnifico...huahua

  2. caraca.....sabe...

    ADOREI!!!!!!

    puxa, vc devia colocar mais ação nesse fic! foi de tirar o folego! puxa puxa!!!!

    parabens mesmo se-chan! dessa vez vc arrasou!

  3. Anônimo says:

    Nossa que susto uma hora pensei que Setsuna ia morrer[2]

    Nunca achei q Konoemon fosse esse tipo de Cara hauhauahuahuah

    Bela Fic Se-chan ^^

  4. se-chan says:

    Eu não imagino que o Konoemon fike contra elas...
    mas meus fics sempre tem final feliz logo de cara, entaum quis fazer algo diferente do meu normal.. apesar que a parte do anel foi ao meu melhor estilo uahuahauhuahuahahah

Translate to your language:

Seguidores

Parceiros

Parceiros | Yuri

Kiyoteru Fansub
Gokigenyou
Moonlight Flowers
S2 Yuri
Yuri Licious
Yuri Private
Yuri Zone

Parceiros | Blogs e Sites

Anikenkai
Chuva de Nanquim
Elfen Lied Brasil
Gyabbo!
Jwave
MangaBa
Mithril
Mundo Mazaki
nbm² - Nobumami
Netoin!
Shoujismo
Você Sabia Anime?

Arquivo do Blog

Popular Post

- Copyright © | Kono - Ai - Setsu | - fonte para yuri, shoujo-ai e girls love desde 2007 -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -