Posted by : Se-chan quarta-feira, 2 de maio de 2007

OBS: Desculpem pelo fic enoooooorrrmmmeee de 7 paginas... XD

Época de Natal: O Presente de Se-chan

Setsuna batia com seus dedos na mesa repetidas vezes. Na sala de aula, Setsuna aparentava não escutar a leitura de Negi e, realmente, ela não estava escutando. A causa de tanta preocupação era que o Natal estava se aproximando e Setsuna ainda não havia escolhido o presente que daria para sua querida Konoka.

Setsuna fechou seus olhos e imaginou Konoka com vários presentes e imaginou a reação dela com cada um. Konoka soria com todos eles como sempre faz, mas não era o seu sorriso. Setsuna queria dar um presente que Konoka se sentisse muito feliz, algo que fosse diferenciado, algo que ela queria mais que tudo. O que deixava o presente mais difícil de ser escolhido.

O que Kono-chan mais deseja? Setsuna pensava.

Setsuna continuava em seus pensamentos em relação ao presente de Konoka. Enquanto isso a aula havia acabado e Konoka foi energicamente sentar ao lado de Setsuna, ainda na sala. Ela olhou firme para Setsuna e atacou ela com um forte abraço e beijou-a na testa. “Se-chan! Se-chan! O dia finalmente ababou.”

Setsuna ficara com o rosto vermelho, aos poucos foi retirando Konoka de cima de si. “Você não pode mostrar essas fortes demonstrações de afeto em publico, Konoka Ojou-sama.”

“Se-chan, eu não quero que você me chame assim.” Konoka cruza os braços em sinal de reprovação. “Volte a falar ‘Kono-chan’ como antes.”

“Desculpe. É um habito que eu tenho que quebrar. Eu estou tentando praticar o ‘Kono-chan’.”

Konoka dera um pequeno sorriso.

“Ei Konoka!”

Ambas voltam-se para a porta da sala e viram Asuna esperando sua amiga para sair.

“Oh.. Esta certo. Eu e a Asuna vamos ir fazer compras hoje. Você quer vir junto, Se-chan?” Perguntou Konoka.

“Compras?” – Ela parou. “Certo. Só esperem um momento.” Setsuna deixa a companhia de Konoka e vai a direção da especialista de armas da classe 3-A.

“Tatsumiya, eu tenho um favor a pedir a você.”

“Você deseja que eu faça a sua vigilância do dia.” Mana falava, Setsuna sempre perguntava a ela se podia fazer este favor.

“É isso mesmo.”

“Nenhum problema. Eu só vou adicionar na sua conta.”

“Muito obrigada.” Setsuna vira-se de volta a Konoka, que já estava fora da sala junto com Asuna.



Logo após, Setsuna sai junto de Asuna e Konoka. As três exploraram as lojas, mas sempre voltavam sem nada em suas mãos.

Estava claro para Asuna que Setsuna não estava lá para comprar algo para ela. Ela parecia mais estar querendo comprar algo para Konoka em alguma das lojas. Asuna notava algumas coisas que Konoka adoraria ter, mas não conseguiu nenhuma oportunidade para falar para Setsuna, já que Konoka estava sempre com elas. Finalmente Konoka entrou em um vestiário, dando oportunidade para Asuna falar com Setsuna.

“Então, o que você achou das lojas daqui?” Asuna perguntava logo após Konoka se retirar do local.

“Cada uma tem itens únicos para vender, mas nenhuma tem o que eu estou procurando.”, respondeu Setsuna, olhando para onde Konoka fora.

“Então, o que você está procurando? É um presente para a Konoka?” ela perguntava com um pequeno sorriso.

“Claro que não. É algo que eu procuro há muito tempo.” Setsuna tentava convencer Asuna de que era algo para ela mesma.

“Oh.. E o que é?”

“É uhh...” Setsuna tentava dizer a primeira coisa que lhe viera na mente, mas no momento que iria dizer, ela rejeitava o item.

“Você não está querendo nada para você, não é Setsuna-san?”

“Não...” Setsuna desistira. “Eu quero dar algo especial. Algo que ela realmente quer, mas não acho algo bom o bastante.”

“Talvez vocês duas devessem fazer o Pactio.” Asuna disse num tom alegre. Setsuna ficara com o rosto todo vermelho.

“O q-que? Isso não é muito-”

“É apenas uma sugestão.” Asuna dissera. “Você sabe, eu não entendo por que você é contra a fazer um Pactio com ela. Ela te ama e você a ama certo?”

“Sim, mas...”

“Tá bem, eu entendi. Você não quer fazer o Pactio.” Asuna não ia continuar a tentar convencê-la dos lados bons de Setsuna fazer o Pactio com Konoka. “Bem, talvez jóias com os seus nomes gravados seja legal.”

“Hmm...” Setsuna até que gostara, mas rejeitou a idéia.




O resto do tempo das compras foi intenso. Asuna e Konoka saíram com algumas sacolas cheias de roupas. Setsuna não havia comprado nada.

Andando de volta para o dormitório, elas vêem Mana indo em direção a elas. Ela tirou do bolso um papel e deu-o a Setsuna.

“O diretor geral queria te dar isto.” Todas as garotas olharam o pedaço de papel, mas apenas Setsuna leu-o.

Havia uma pequena mensagem no papel. “Eu tenho que ir até a sala do diretor imediatamente.”

“Você não fez nada errado, né Se-chan?”

“Não, eu não acho.”

“Você vem para o jantar, certo?” Konoka perguntava.

Setsuna falou calmamente. “Eu não perderia isso por nada. Tchau Asuna-san e Ojou-sama.” Setsuna se virava para ir em direção a sala do diretor, mas notou seu erro. Virou-se de volta. “Eu quis dizer Ko-

Setsuna não chegou a terminar a frase, por que Konoka colocou seu rosto em frente à dela e tocou seus lábios nos de Setsuna. Setsuna foi surpreendida com isso, mas logo começou a apreciar do beijo e a se perder no beijo. Momentos depois, Konoka saia do beijo.

Konoka foi em direção a orelha de Setsuna e sussurrou. “Vejo você logo, Se-chan.”

Konoka saia de perto de Setsuna e a via ficar furiosa. Setsuna voltou a andar em direção a sala do diretor geral, ainda pensando no beijo que tivera agora a pouco.

“Você gosta de fazer isso com ela não?” Asuna perguntava logo após Setsuna sair de perto.

“Um pouco.” Konoka respondia, dando um leve sorriso.




Setsuna entrara na sala do diretor geral, agora sentindo um arrepio por detrás do pescoço. Ficara muito tensa. O diretor estava sentado em sua poltrona.

“Venha, sente-se e relaxe.” Ele disse com uma gentil voz. Setsuna se sentira um pouquinho melhor e sentou na cadeira em frente ao diretor. “Agora Setsuna, eu estava esperando para discutir sobre os recentes ‘acontecimentos’.”

“Você está falando das cenas de afeto que Konoka Ojou-sama e eu temos ultimamente?”

“Oh.. não, não. Não precisa se preocupar com isso. Eu aceito as afeições que vocês duas tem uma com a outra, mas não é sobre isso que eu estou me referindo. Eu estou me referindo ao seu substituto em suas patrulhas.”

“Eu irei retornar imediatamente as minhas patrulhas.” Setsuna imediatamente levantou-se.

“Obrigada.” Ele sorria para a posição tão formal de Setsuna. “Agora no tópico da minha neta...”

Konoe Konoemon abriu uma gaveta onde havia vários papeis e procurava por algo. Setsuna pensava no que ele tinha para ela, e para Konoka.

“Eu estou considerando isso muito sério.” Ele falava enquanto ainda procurava. “Eu estive discutindo isso com o pai dela e nós decidimos mutuamente. Setsuna-kun, você anda muito preocupada. Você ainda não conseguiu achar um presente para a minha neta, não é?”

“Isso mesmo. Eu não consegui achar nada nas ultimas semanas.”

“Exatamente, e aqui está.” O diretor retirou da gaveta e deu para Setsuna. “Isso explica tudo.”

Setsuna pegara. Era uma caixa, dentro havia um pequeno pedaço de papel e nele uma pequena mensagem. Setsuna lera a mensagem e seus olhos encheram-se de lagrimas. Setsuna estava completamente chocada.

“Tem algo dentro da caixa que eu quero que você dê para Konoka. Tenha certeza de que ela irá receber isso.” Setsuna olhara. “Eu entendo que isso irá mudar a dinâmica do relacionamento de vocês.” Setsuna sorria levemente, o choque de antes perdera efeito.

“Você está certo disso, diretor?” Setsuna perguntava, com uma animação inexplicável dentro dela.

“Eu já te disse, ambos, o pai dela e eu decidimos isso, e nós suportamos isso. E você, Setsuna-kun?”

Setsuna fora em direção ao diretor geral e dera nele um abraço. “É claro que sim! Eu estou muito honrada. Obrigada diretor.”





Logo após a conversa com o diretor geral, Setsuna sentia como se pudesse fazer qualquer coisa. Sentira um peso sair de suas costas. Ela sentia que fazer um Pactio com Konoka não era uma má idéia. Ela já não tinha mais vergonha de ter afeições com Konoka em publico.

Setsuna parou de pedir a Mana para fazer suas patrulhas, ela já não precisava mais fazer isso. Ela podia passar quanto tempo quisesse com Konoka.

Os dias passaram e Setsuna já sabia o que daria para Konoka. Ela tinha um presente perfeito.




É Natal e Setsuna não podia estar mais contente. Setsuna e Konoka decidiram dar os seus presentes separados dos outros. Elas aproveitaram a manha e a tarde junto dos outros e iriam dar seus presentes a noite.

Elas brincaram, elas beijaram e num momento Konoka viu Setsuna treinar.

A noite chegou e Konoka voluntariamente quis dar seu presente primeiro. Ela disse que tinham que ir até o quarto. Estavam tão felizes que foram de mãos dadas até o quarto. Elas entraram no quarto, Setsuna foi parada por Konoka no meio da sala.

Konoka pulou nos braços de Setsuna e a olhou bem nos olhos. Setsuna dera um leve sorriso, e beijou carinhosamente Konoka nos lábios. As duas se perderam no seu apaixonante beijo e uma aura brilhante as cobriu. Setsuna parava o beijo e viu uma carta surgir nas mãos de Konoka.

“Kono-chan isso é...”

“Sua carta de Pactio.” A figura de Setsuna aparecera na carta. “O presente de Kamo-kun foi um circulo de Pactio. Desculpe ter que forçar você a fazer isso.”

Setsuna tocou na mão de Konoka. “Não, está tudo bem. Eu queria que você fosse minha parceira permanente se quiser.” Setsuna recebeu um abraço e um beijo na bochecha.

“Claro que eu quero ser sua parceira. Eu sempre quis ser sua parceira permanente...”

Essa foi a abertura perfeita para Setsuna.

“Você está certa disso? Você realmente me quer como sua parceira para a vida?”

“Como você se sente com algo assim?” Setsuna puxava de seu bolso uma pequena caixa. Ela se ajoelhou diante Konoka e abriu a caixa. Konoka espantou-se com a surpresa.

“Se-chan isso é...”

“Ambos, avô e pai, aprovaram e nos deram sua benção. É claro que isso vai demorar um pouco para acontecer, mas eu estou perguntando agora: Konoe Konoka, você quer se casar comigo?”

Konoka viu o anel na caixa, ela abraçou Setsuna e lágrimas caíram dos seus olhos. “É claro que eu quero. Eu te amo tanto Sakurazaki Setsuna.” Setsuna tirou o anel da caixa e botou no dedo de sua amada. Ela conseguiu o que queria, um sorriso genuíno de Konoe Konoka.

“Na verdade...” Setsuna tirava um pedaço de papel de seu bolso. Ela falava enquanto Konoka lia o papel. “... é Konoe Setsuna agora.”

Setsuna,

Bem vinda para a família, Konoe Setsuna.

Konoe Konoemon e Konoe Eishun

4 Responses so far.

  1. blogima says:

    Não sou lá muito fã de Kono-setsu, mas foi uma bela fic, se-chan. Belo trabalho!

  2. Anônimo says:

    Eu amei este fanfic de natal ,tem continuação???

  3. Anônimo says:

    Ooownn *--*
    Que coisa mais meiguinhaa!!
    Amo esse casal de paixão *O*
    E amo a Set-chan x3
    Adorei sua oneshot *--*
    Boa sorte com suas fics n.n

  4. Anônimo says:

    necessario verificar:)

Translate to your language:

Seguidores

Parceiros

Parceiros | Yuri

Kiyoteru Fansub
Gokigenyou
Moonlight Flowers
S2 Yuri
Yuri Licious
Yuri Private
Yuri Zone

Parceiros | Blogs e Sites

Anikenkai
Chuva de Nanquim
Elfen Lied Brasil
Gyabbo!
Jwave
MangaBa
Mithril
Mundo Mazaki
nbm² - Nobumami
Netoin!
Shoujismo
Você Sabia Anime?

Arquivo do Blog

Popular Post

- Copyright © | Kono - Ai - Setsu | - fonte para yuri, shoujo-ai e girls love desde 2007 -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -